Quinta da Foz — História à beira da Lagoa de Óbidos

Quinta da Foz do Arelho

Quando recebi o convite para visitar a Quinta da Foz fiquei no mínimo curiosa. O local parecia-me sido tirado de uma série de época… na realidade, não estava muito longe da verdade.

Cheguei aos portões da Quinta da Foz ao final do dia. A noite aproximava-se e as luzes que iluminavam o edifício davam-lhe um aspeto caloroso, tão diferente da imagem fria que normalmente temos deste género de alojamento. Logo, um grande cão se aproximou. Era a Foz, como mais tarde viria a saber, cujo nome não podia ser mais propício tendo em conta o  local onde estava: a Foz do Arelho.

Francisco Paiva Calado fez as honras da casa. Faz parte da segunda geração da família que detém a propriedade e que ainda hoje ali vive. Os seus pais começaram o negócio do alojamento, ao qual ele dá agora continuidade. Com toda a bondade e hospitalidade, abre os grandes portões de ferro a quem ali quiser passar a noite.

Esta quinta do século XVI não pode falar, mas Francisco fá-lo por ela. Conta que foi em tempos um morgadio, que foi adquirida com dinheiro conseguido nas viagens à Índia no tempo dos Descobrimentos, que chegou a ser um dos edifícios centrais da localidade, com funções religiosas e civis. Uma verdadeira lição de história enquanto nos cruzamos com objetos que sobreviveram à passagem do tempo e que hoje decoram os espaços recentemente remodelados, mas onde ainda vive a alma original.

Quinta da Foz do Arelho
Quinta da Foz do Arelho

Noites tranquilas na Quinta da Foz

A Quinta da Foz não é um alojamento de massas, bem pelo contrário. Disponíveis na casa principal estão quatro quartos, já que a família ainda habita o andar superior. Mas é essa singularidade que faz com que o ambiente se mantenha intimista e sossegado. Os quartos, esses, são clássicos e de caráter histórico, quer pelo mobiliário centenário, como pelo seu passado, já que ali dormiram reis e príncipes.

Apesar da decoração antiga, os alojamentos estão completamente preparados para receber os hóspedes com todo o conforto e nem falta um chá biológico na mesa de apoio, produzido nos terrenos na propriedade.

Quinta da Foz do Arelho

Perto estão mais duas Casas da Quinta (T1+ sofá-cama), as quais oferecem sala de estar e kitchenette e que são ideais para quem viaja em família.

Apesar de a quinta estar localizada no centro da Foz do Arelho, junto de um largo com alguns bares, o silêncio impera por aqui e o sono é apenas quebrado pelo ruído do vento na copa das árvores ou pelo som dos pavões ao raiar do dia.

Quinta da Foz do Arelho

Com a natureza mesmo à porta

A descoberta da Quinta da Foz não se faz apenas pelo edifício principal, mas também pelos terrenos que se estendem nas traseiras. É lá que encontramos árvores centenárias, como um plátano que conta nos seus ramos com 300 a 400 anos de existência, ou inúmeros animais, entre patos, galinhas, burros ou cavalos… já disse que os pavões fizeram desta propriedade a sua casa?

Quinta da Foz do Arelho
A plantação de chá da Quinta da Foz

E falando em cavalos, o amor por estes animais por parte do patriarca da família levou a que exista ali um estábulo com quatro magníficos cavalos e um incrível picadeiro onde são treinados e cuidados. É neste mesmo picadeiro que têm lugar algumas das atividades organizadas pela Quinta da Foz, como o tiro com arco ou experiências de falcoaria.

Quinta da Foz do Arelho

Curiosidade!

No picadeiro encontra-se em exposição uma carruagem que foi utilizada pelo General Junot durante as Invasões Francesas em Portugal.

Lá fora espera-nos a famosa Lagoa de Óbidos e a bela praia da Foz do Arelho. Por tal, os dias podem ser passados a fazer desportos aquáticos nas águas calmas da lagoa, como SUP ou caiaque, a fazer surf nas ondas do Atlântico ou simplesmente a descontrair numa das várias esplanadas junto ao areal.

O que achou da Quinta da Foz? Gostaria de conhecer? Já esteve na Foz do Arelho? Deixe a sua opinião na caixa de comentários.

Gostou deste post? Faça PIN e guarde para mais tarde.
Portugal é cheio de pequenos tesouros e eles muitas vezes ganham forma de palácios e palacetes cheios de história. É assim na Quinta da Foz, um alojamento a não perder na Foz do Arelho.

Uma nota da Marlene…

Fiquei alojada a convite da Quinta da Foz e não posso deixar de agradecer toda a simpatia e hospitalidade com que fui recebida. Mas, como sempre, todas as fotos e opiniões são minhas, reflectindo de forma sincera a experiência.

VAI VIAJAR?
Prepare a sua viagem com os parceiros do Marlene On The Move!

↣ Use o Booking.com e escolha a sua estadia favorita aos melhores preços;
↣ Antes de viajar, faça o seguro de viagem com a IATI. Eles oferecem a melhor cobertura para viajantes e ainda tem 5% de desconto por ser leitor/a do Marlene On The Move;

Ao utilizar estes links para fazer as suas reservas, não vai pagar mais por isso e para mim faz toda a diferença! É com estas parcerias que consigo manter o blog, por isso a sua ajuda é preciosa! Obrigada desde já!

Comments