As melhores praias de Portugal

As melhores praias em Portugal - The best beaches in Portugal

Portugal tem uma das mais bonitas linhas de costa da Europa (e até do mundo!), por isso não é fácil escolher as melhores praias portuguesas para visitar.

Sem saber por onde começar, pedi a outros viajantes para falarem das suas praias favoritas em Portugal e eles responderam prontamente com as melhores histórias e imagens que vão certamente levar a uma visita.

Coloco-as aqui por ordem geográfica, já que todas são incríveis e nenhuma fica atrás da outra. E, claro, também deixo pelo meio a minha. Ora, espreite!

Cabedelo (Vila Nova de Gaia): uma praia que divide o rio e o mar

Praia do Cabedelo - Susana Ribeiro - Viaje Comigo

Posso dizer que não me foi fácil escolher uma praia de eleição. Tenho tantas… mas acabei por ficar com esta sempre em mente. Sou eu, ali, de costas para a foto, mas virada para o que mais gosto: para esta paisagem maravilhosa que, com um olhar, cobre Gaia e o Porto! 

Todas as praias de Vila Nova de Gaia foram professoras para mim. Gosto de todas, onde cresci,  mas esta, no Cabedelo, é muito especial, porque é nela que começa a marginal e a frente marítima, que se estende ao longo de 18 quilómetros. 

Sou menina do mar – tal como a autora deste blog, a Marlene – e sinto-o em mim. Antes de me mudar para o Porto, morei cerca de 30 anos em Vila Nova de Gaia, junto do mar, em Lavadores, Canidelo, e por isso vou ter sempre uma ligação umbilical com este lugar. 

Quando regresso de viagem, volto sempre ali, ao sítio onde o rio Douro encontra o oceano Atlântico, numa acalmia que nem parece ser adjetivo de nenhum dos dois: nem do rio, nem do mar. Mas, é ali que me sinto (verdadeiramente) em casa. Foi ali que aprendi a nadar, que aprendi a fazer bodyboard, a respeitar o mar e a natureza em geral… e a perceber quão pequeninos somos perante a sua grandiosidade. Tive de me afastar da maresia, mas ela nunca saiu de mim. 

Agora, está aqui este grande areal à nossa espera para mais um verão passado no nosso lindo Portugal.

Além de ir a banhos, de mar e de sol, também pode:

– visitar a Reserva Natural Local do Estuário do Douro: um local especial para que gosta de observar pássaros (mesmo ali ao lado);

– pode fazer a pé, a caminhar ou a correr, de bicicleta, de patins, etc, a marginal numa grande ciclovia que se estende por muitos quilómetros;

– ir até à Douro Marina: onde há cafés/restaurantes e aluguer de barcos para passeios no rio Douro.

Susana Ribeiro | Viaje Comigo

Nazaré: o mar pela primeira vez

Ilustração Maria Carvão

A Cristina é ilustradora e autora da Maria Carvão, um projeto onde lança o seu olhar sobre as pequenas (e grandes) coisas da vida que transforma em ilustração.

Respondeu ao meu desafio com uma magnífica ilustração, como não podia deixar de ser, e as palavras de Sophia de Mello Breyner Andresen.

“Como existem inúmeras praias lindas em Portugal e é difícil retratar todas, optei por ilustrar uma praia que me diz muito. Foi onde vi o mar pela primeira vez e onde passei muitas horas e dias da minha vida: a Nazaré” 

Cristina Tavares | Maria Carvão

Praia D’El Rey (Costa da Prata): fora da confusão

Praia D'El Rey - O Berço do Mundo

Não faço muita praia, menos ainda em Portugal (apesar de adorar um passeio à beira-mar). Não sou fã de espaços apinhados, de água fria, e não tenho paciência para ficar horas a torrar ao sol. É por isso um paradoxo dizer que a primeira praia que me vem à cabeça, quando se fala sobre o assunto, é a Praia de Ofir, no concelho de Esposende. É a mais próxima de casa e tem um pinhal fantástico para almoçar, pelo que tenho muitas recordações dali, apesar da água ser capaz de nos fazer acreditar que sofremos de reumatismo.

Quero recomendar uma praia na Costa da Prata, perto de Peniche, que conheci no Verão passado. Chama-se Praia D’el Rey e está integrada num empreendimento turístico ligado ao golfe, bastante premiado, com hotel e villas privadas. O contraste dos greens com o mar cria um cenário belíssimo. 

O nome do resort deve-se à serra onde D. Pedro teve um castelo e levava a sua Inês, história que se reflete nos nomes das ruas da estância. O que me leva a sugerir a Praia D’el Rey não é a poesia histórica ou a fama – o hotel tem sido escolhido para estágio da selecção nacional -, mas a tranquilidade, já que a praia é de uso exclusivo aos hóspedes. 

Ainda que a temperatura da água não seja a do Algarve, também não tem a habitual confusão das zonas balneares algarvias, sendo por isso ideal para uns dias de descanso em família. Até porque o resort tem um clube infantil com muitas actividades divertidas para os miúdos.

Ruthia Portelinha | O Berço do Mundo

São Lourenço (Ericeira): enclave natural

São Sebastião - Marlene On The Move

Este é o típico exemplo de “morrer pelo próprio veneno”! Ao desafiar amigas viajantes a decidirem-se pelas melhores praias de Portugal, vejo-me no mesmo dilema de escolher entre tantos areais portugueses que me conquistaram desde a primeira hora.

Mas aqui, fala mais alto o coração, e escolho a minha casa, a Ericeira.

Sim, os fundos são rochosos, a água é fria, mas a Ericeira tem, para mim, das melhores praias do país! Já para não falar que é Reserva Mundial de Surf e, por tal, tem também as melhores ondas do mundo!

A Ericeira é recortada por praias e prainhas e há muitos locais para estender a toalha. De todos, a minha sugestão vai para a praia de São Lourenço.

Há quem diga (e com razão) que São Lourenço não é Ericeira, pois já fica na localidade de Ribamar. Mas estamos a falar de poucos metros de separação e, como parte da reserva mundial, coloco com orgulho no mesmo saco.

A praia de São Lourenço fica num vale, recortado por vegetação, arribas, areia e mar. Nem falta um pequeno rio que ali desagua e que se tornou casa para patos e outras aves.

Não é o sítio mais indicado para longas sessões de natação, excepto nos dias em que não existe ondulação, mas o sossego e a tranquilidade que por ali se vive vale tudo o resto.

Tem um simpático apoio de praia, chapéus e espreguiçadeiras nos meses de verão e para refeições mais demoradas, é subir a escadaria que se encontra do lado norte e ir até ao restaurante “O Golfinho”. Vá ao final do dia e assista a um dos melhores pores-do-sol da região.

Marlene

Guincho (Cascais): areia de aroma inconfundível

Guincho Madalena Vidigal Entre Vinhas

Sou o que se chama em Cascais, uma “filha do Guincho”. Nasci numa pequena aldeia muito perto desta praia, na Areia, e habituei-me ao sal nos pés.

Rio-me sempre que, agora já adulta, vejo os grupos de crianças irem à praia com a escola no Verão. Vejo-os ir para praias calmas, mar parado, brincam em segurança na areia e banham-se na pequena ondulação da água. Rio porque me lembro sempre de quão diferente foram os meus verões de infância passados no Guincho! 

Nunca sabíamos como ia estar o tempo lá em baixo na praia mas nada nos impedia de ir, todas as manhãs, de fato de banho, chapéu na cabeça, toalha numa mão e balde no outro e um casaco na mochila porque, enfim, “nunca se sabe”

Enfrentávamos ventanias, comíamos areia, engolíamos pirolitos de água salgada sempre que tentávamos molhar um dedo do pé no mar! Habituámo-nos ao mau feitio do Guincho e nem por isso nos divertimos menos (ou até mais) que as outras crianças!

Mas se o Guincho tem aquele caráter intempestivo e imprevisível também é, para mim, a praia mais bonita do mundo! Cuja areia tem um aroma inconfundível e onde pôr-do-sol é longo e inspirador. 

E quem a conhece entende bem quando eu digo que, é raro estar bom tempo naquela praia, mas quando está é recordado como “um daqueles dias de Guincho” (e já estou com um sorriso na cara só de pensar!)

Madalena Vidigal | Entre Vinhas

Avencas (Cascais) e Samoqueira (Sines): do prático ao selvagem

Praia da Samoqueirinha Luli Monteleone

Começo pela Praia de Avencas, na linha de Cascais, por ser a praia que mais frequento já que é perto da minha casa. Gosto de lá pois apesar de estar na linha de Cascais, não costuma ficar muito cheia. É uma praia pequena, com muitas pedras e que não costuma ter muitas ondas. Tem uma piscina natural e bar na praia. Quando a maré está baixa, dá para caminhar nas pedras e observar as muitas espécies que ficam por ali, já que ali é considerada uma Zona de Interesse Biofísico. Por ser pequena, nos dias de maré alta, o areal fica minúsculo… Ainda assim, vale a pena ir lá! 

Para quem procura uma praia mais selvagem e pouco conhecida, indico a Praia da Samoqueirinha, em Sines. Toda aquela parte da costa é linda, mas esta praia em específico é ainda mais charmosa. É pequenina, com acesso feito por uma escada e a cor do mar é inacreditavelmente linda! É uma praia selvagem, sem nenhum bar e sem nadador salvador. Esta também é uma praia que na maré alta praticamente não existe, então é importante olhar a maré antes de ir. É um lugar que eu quero voltar neste verão, com toda certeza!

Luli Monteleone | Lulimonteleone.com

Porto Côvo: praia feita de memórias

Porto Covo - Sónia Justo - Lovely Lisbonner

Não gosto de água fria. Pode parecer um contra-senso dizer que não se gosta de água fria num artigo sobre praias portuguesas, mas… é a verdade! E pasmem-se, mas a minha praia favorita de Portugal não é no Algarve. Que ainda é a única região em Portugal onde a água é um pouco mais quente.

E se tenho muito boas memórias das praias algarvias, por a minha mãe ser de lá e ter passado inúmeros verões em Portimão e em Ferragudo. A minha praia favorita é mesmo a de Porto Côvo

Também feita de memórias, a aldeia de Porto Côvo fica a 173 kms de Lisboa. Pertence ao Concelho de Sines e está inserida no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

A cerca de 250 metros ao largo de Porto Côvo encontra-se a Ilha do Pessegueiro.  Imortalizada na canção de Rui Veloso. É possível fazer visitas guiadas à ilha para conhecer as Ruínas Romanas, a pedreira, as Cisternas e varadouro, o Forte de Santo Alberto do Pessegueiro e a Fauna e Flora Locais. E é possível acampar na Ilha.

Praias escondidas por escarpas, com paisagens a perder de vista, este é o local ideal para quem gosta de praia e de boa gastronomia. Aqui encontram vários tipos de alojamento, adaptado a vários orçamentos.

Sónia Justo | Lovely Lisbonner

Praia da Carriagem (Costa Vicentina): uma aula de educação ambiental

Praia da Carriagem Costa Vicentina

Mesmo não sendo pessoa de ficar a lagartar numa praia, a verdade é que adoro o litoral. Sentir o cheiro a maresia e o sal na pele. Caminhar no areal a olhar o horizonte, de preferência em paisagens com falésias e acessos menos fáceis, como algumas das praias existentes no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

É por isso que, para mim, com toda a subjetividade que estas escolhas têm, a resposta ao desafio deste artigo só pode ser uma. A praia da Carriagem, de quem já escrevi ser a praia mais bonita de Portugal. Fica a meia dúzia de quilómetros de Rogil, um povoado localizado a sul de Odeceixe, praticamente na divisória entre o Alentejo e o Algarve. Na verdade, geograficamente falando, a Carriagem fica já em território algarvio, mas a mim sempre me pareceu terra alentejana, região onde passei incontáveis férias de verão na minha juventude.

A praia fica especialmente bela na baixa-mar, altura em que as profundas marcas curvilíneas escavadas nas rochas se desnudam perante o olhar do visitante. E depois há uma profusão de vida animal aprisionados nas poças de água e nos buracos nas rochas, que tornam as horas passadas na praia bem mais interessantes. Como já escrevi uma vez, a Carriagem é “uma aula de educação ambiental gratuita”.

Filipe Morato GomesAlma de Viajante

Arrifana (Aljezur): boa onda no ar

Arrifana - Catarina Leonardo - Wandering Life

A praia da Arrifana é muito provavelmente a minha preferida de todo o país. É uma praia belíssima e com imenso carisma e arrisco dizer que até que algum misticismo. Para lá chegarmos temos de ir até Aljezur e depois a partir daí é preciso percorrer mais dez quilómetros, por uma estrada que nos vai permitindo adivinhar a que tipo de local estamos a chegar. Assim que vemos as primeiras casinhas brancas sentimos uma boa onda no ar, com muitos estrangeiros, surfistas e várias outras pessoas que dão valor à natureza e à tranquilidade que reinam por aqui.

Para chegar à praia é preciso descer lentamente um grande desnível, que nos dá tempo para absorver a beleza da sua envolvência. A toda a volta da praia da Arrifana existem arribas super altas que se encontram dispostas de tal forma que originam uma pequena baía, abrigada de ventos e ondas.

Ao fim do dia de praia vale a pena ir à Fortaleza da Arrifana para contemplar todo o cenário, a praia e os surfistas, a povoação branca e o porto de pesca mesmo ali ao lado. Para mim é o expoente máximo de beleza de todo o litoral alentejano.

Catarina Leonardo | Wandering Life

©Maja Flipflops

Foi uma árdua tarefa e todos tínhamos tantas outras praias em Portugal para incluir nesta lista. Mas o desafio não fica por aqui. Agora é a sua vez!

Partilhe na caixa de comentários em baixo a sua praia favorita e porque é que ela ganhou um lugar especial no seu coração.

Veja no mapa onde ficam as melhores praias de Portugal

Gostou do Post? Faça PIN e guarde para mais tarde
Não sou apenas eu que o digo, mas outros viajantes portugueses que aceitaram o meu convite para falar das suas praias de eleição em Portugal. Se ainda não conhece, vale a pena ir descobrir estes cantinhos à beira-mar.

VAI VIAJAR?
Prepare a sua viagem com os parceiros do Marlene On The Move!

↣ Use o Booking.com e escolha a sua estadia favorita aos melhores preços;
↣ Antes de viajar, faça o seguro de viagem com a IATI. Eles oferecem a melhor cobertura para viajantes e ainda tem 5% de desconto por ser leitor/a do Marlene On The Move;

Ao utilizar estes links para fazer as suas reservas, não vai pagar mais por isso e para mim faz toda a diferença! É com estas parcerias que consigo manter o blog, por isso a sua ajuda é preciosa! Obrigada desde já!

Comments
  • Ruthia Portelinha

    Adorei a selecção deste grupinho charmoso. Não conhecia o projeto Maria Carvão, fiquei rendida. Ia já num roteiro por todas estas praias (se o Verão se dignasse aparecer).
    Beijinhos minha querida Marlene

    • Marlene Marques
      Ruthia Portelinha

      Obrigada, Ruthia! E obrigada também por teres partilhado connosco a tua praia de eleição! 😉 Beijinhos!!

    • Carolina Silva
      Ruthia Portelinha

      Praia da Barra em Aveiro.

  • Carolina Silva

    Praia da Barra em Aveiro. é uma cidade linda e tranquila!

    • Marlene Marques
      Carolina Silva

      Olá Carolina! Vou confessar um segredo vergonhoso… nunca lá fui! Tem estado há tanto tempo nos meus planos, mas ainda não tive oportunidade. Tenho mesmo que ir! 😉 Obrigada pela sugestão e boas viagens em segurança!