4 dias à descoberta de Lombok

barcos de pesca em lombok. fishing boats in lombok

Lombok é enorme vista de cima, mas ao contrário de Bali, contam-se inúmeros terrenos sem vestígios de construção, as estradas estão bem mais desimpedidas e a ilha é cheia de recortes que formam curiosas enseadas.

A temperatura é também aqui bem mais elevada, não sei bem explicar porquê.

“Chove pouco por aqui,” conta Mohammed, o driver que contratámos para os quatro dias que íamos passar na ilha.

O contacto foi-nos dado por um amigo e o Mohammed não desiludiu. Pai de quatro crianças, confessa que a vida em Lombok não é fácil, principalmente para quem tem uma família grande.

Há quatro anos montou um alojamento local perto da praia, uma casa modesta, onde ainda falta o tão procurado wi-fi. No entanto, há falta de hóspedes, vai fazendo outros trabalhos, como o de conduzir turistas até aos melhores spots de surf. E, com sorte, algum ainda lhe empresta uma prancha e ele também vai para a água, como foi connosco.

O seu sonho? Melhorar o alojamento, comprar pranchas de aprendizagem (caríssimas por aqui) e montar uma escola de surf. Por ora, enquanto a sorte não lhe bate à porta, trabalha no que pode, com boa disposição e muitas histórias para contar.

A título de curiosidade, durante a nossa estadia “raptaram” a sua filha mais velha… não se assustem que a miúda não desapareceu.

É tradição em Lombok levar a rapariga de casa dos pais quando querem casar. Este é o primeiro passo de um processo que vai envolver o debate entre ambas as famílias sobre o dote a pagar e os detalhes da cerimónia.

Mohammed acha que a sua filha ainda é nova para casar, mas uma vez iniciado o processo, não há volta a dar.

Lombok, uma ilha em mudança

Esta é apenas uma das tradições locais. Lombok é ao dia de hoje como Bali era há algumas décadas atrás. 

Kuta (sim, também há uma por aqui) começa agora a ver alguns hotéis e restaurantes bem mais ao gosto dos turistas. Mas ainda proliferam os warungs e os homestays, bem como bancas a vender algum artesanato ou as t-shirts e sarongs da praxe.

Fora da cidade, os campos são de cultivo ou de pasto. Vacas e búfalos ruminam as ervas sem preocupação sob o olhar dos donos. Na ilha quem tem cabeças de gado tem mais posses e é mais atrativo para as moças casadoiras.

búfalos no campo em lombok. field fill of buffalos in lombok
pescador de lombok. lombok fisherman

As praias a sul de Lombok

As praias são uma das grandes atrações da ilha. Are Guling, Mawun, Kuta, Mawi e Mawun foram aquelas por onde andei, sendo todas muito procuradas por surfistas. De europeus a asiáticos, há de tudo um pouco dentro de água, uns melhores que outros, claro.

praia de lombok. lombok beach

Existem outras ondas bastante conhecidas em Lombok, como Desert Point, tida por muitos como uma das melhores e mais longas esquerdas do mundo.

Porém, o tempo era escasso e a viagem até lá era certamente longa, tendo em conta o estado das estradas.

Esse foi também o motivo porque não fui até à Pink Beach. Existem no mundo dez praias cor-de-rosa. Duas são na Indonésia e uma delas em Lombok.

De onde estava eram mais de duas horas de viagem de carro e o que me foi dito é que ainda teria de apanhar mais um barco para lá chegar.

Na verdade tive algum receio em fazer esta longa viagem e ficar dececionada. É que a areia não é tão cor-de-rosa como mostram as fotos que circulam pela internet. Constou-me que é mais um tom de pêssego.

Seja como for, o fenómeno criado por corais vermelhos é singular e não deixa de ser motivo de visita para quem tiver a oportunidade. Mas não tenham as expetativas ao alto.

Entre cascatas e povos antigos

Outro ponto de interesse na ilha é a montanha Rinjani, que guarda em si um vulcão ainda ativo, o segundo mais alto da Indonésia. Se gosta de caminhadas, uma subida ao cume do Rinjani pode ser o grande desafio da viagem.

No meu caso, preferi ir à procura de algumas das mais bonitas cascatas que já vi até hoje. No Geopark de Rinjani existem quedas de água de uma beleza incrível, rodeadas por floresta luxuriante. Super recomendado!

cascata em Lombok waterfall

Já no regresso a Kuta, houve ainda tempo para ver como são tecidos os panos tradicionais numa aldeia Sasak.

Os Sasak estão na origem do povo de Lombok, que com a passagem do tempo foi abandonando estas aldeias  e modo de vida. Porém, ainda existem algumas que hoje tornaram-se atrações turísticas.

Fui levada até uma cooperativa de tecelagem para ver o trabalho manual de perto. A maioria da operação é feita por artesãs, jovens mulheres que aprenderam a arte logo muito novas e que ali exercem até chegar a idade de se casarem.

Os panos são feitos num trabalho minucioso de milhares e milhares de fios e, quanto mais elaborado o desenho — o que depende da criatividade de cada artesã —, mais tempo leva a ficar concluído, podendo chegar a um mês ou até dois.

Na loja há milhares de exemplares em exposição e, claro está, a cooperativa, que dá trabalho a centenas de famílias locais, conta com a venda aos turistas que por lá passam.

Havia chegado a altura de ir embora e senti que muito ainda ficou por ver, uma vez que só estive na zona sul.

À medida que me despedi da “ilha das mil mesquitas” e vi de novo do ar os campos vazios e a vegetação de um verde forte, não pude deixar de pensar que, da próxima vez que visitar Lombok, as coisas já vão estar bem diferentes.

O que fazer em Lombok:
  • Saltitar entre praias
  • Surfar algumas das melhores ondas da Indonésia
  • Visitar uma praia cor-de-rosa
  • Mergulhar em cascatas
  • Subir ao Monte Rinjani
  • Ver as mesquitas
  • Conhecer a cultura sasak
Booking.com

O que achou do post? Gostava de visitar Lombok ou já passou por lá? Partilhe a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Gostou do Post? Faça Pin e guarde para mais tarde.
Lombok é uma ilha curiosa, que cruza tradição e religião com bonitas paisagens e uma evolução que parece já não mais parar.

VAI VIAJAR ATÉ LOMBOK? FAÇA UM SEGURO DE VIAGEM

Clique neste banner e usufrua de 5% de desconto na compra do seu seguro por ser leitor/a do Marlene On The Move. Da minha parte irei receber uma pequena comissão, sem qualquer custo acrescido para si, que irá reverter para a manutenção do blog. Desde já, obrigada!

Seguro Iati
Comments