Search here...
TOP
Destinos Portugal Região do Alentejo

Trilho dos Pescadores: Explorando as maravilhas do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

Fishermen's Trail: Exploring the wonders of the Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
332 Views

O Trilho dos Pescadores, no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, é um paraíso para os amantes da natureza. Não o digo de forma leviana. De facto, esta é uma experiência única de caminhada com vistas deslumbrantes e uma parte de costa intocada no litoral de Portugal.

Com uma extensão de 226 km, o trilho percorre algumas das paisagens mais impressionantes do país, incluindo falésias imponentes, praias desertas e pequenas aldeias que de tão pitorescas não apetece de lá sair.

Pelo percurso terá a oportunidade de explorar a rica biodiversidade deste parque natural, observar aves migratórias e descobrir a flora e fauna únicas desta região. As praias isoladas ao longo da costa são perfeitas para um mergulho refrescante ou para relaxar em um ambiente tranquilo e sereno.

Prepare-se para se maravilhar com a beleza natural desta área protegida, enquanto caminha por trilhas bem sinalizadas e descobre segredos escondidos ao longo do caminho.

Introdução ao Trilho dos Pescadores

Há muito que tinha em mente fazer o Trilho dos Pescadores. Não sou uma ávida caminhante, nem nunca estou preparada para me meter nestas aventuras, mas estes espaços naturais atraem-me e empurram-me para aventuras que, a meio, chego mesmo a questionar “porque raio me meti nisto!”

Assim foi com o Trilho dos Pescadores.

Aceitei o desafio de escrever um relato pessoal para a Lonely Planet sobre esta experiência, calcei os tennis e pus-me literalmente a caminho.

Sabia que o desafio não seria fácil, uma vez que o Trilho dos Pescadores se estende por 125 km, entre Sines e Lagos, com muitos troços feitos em areia mole. Mas lá fui, sem pretensões de percorrer o trilho de fio a pavio, mas com o objetivo de fazer da melhor forma, passando pelos seus principais pontos e explorando as aldeias e vilas que se estendem pelo caminho.

O Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

O facto do Trilho dos Pescadores estar inserido no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina torna-o especial. Esta é uma área protegida situada na região sudoeste de Portugal, abrangendo parte do Litoral Alentejano e do inicio da região do Algarve, entrando pelo Barlavento Algarvio.

Percorrendo a costa atlântica, este parque oferece uma paisagem diversificada e, em certas partes, intocada. Desde praias desertas e falésias íngremes até dunas de areia e áreas florestais, este parque natural é verdadeiramente único. Além disso, abriga uma rica biodiversidade, incluindo espécies raras de plantas e animais.

Cegonhas nas escarpas do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

É aqui que se encontra a Rota Vicentina, considerada como uma das rotas de trilhos mais bonitas do mundo. Para além do Trilho dos Pescadores, esta rota inclui outros trilhos que se afastam mais do mar, mas que percorrem outras vilas e caminhos históricos nesta região e que proporcionam uma experiência cultural única.

A história e o significado do Trilho dos Pescadores

O Trilho dos Pescadores tem uma história única, tendo desempenhado um papel importante na vida das comunidades costeiras portuguesas ao longo dos séculos.

Originalmente utilizado pelos pescadores locais para acessar as melhores áreas de pesca, este caminho pitoresco oferece uma visão fascinante da cultura e tradições da região. Ao longo do trilho, é possível encontrar vestígios do passado, como antigas ruínas de vilas de pescadores e faróis históricos.

O Trilho dos Pescadores também desempenha um papel importante na preservação da natureza e na promoção do turismo sustentável na região. O cuidado e a conservação deste trilho são essenciais para garantir que as gerações futuras possam desfrutar desta paisagem deslumbrante.

Farol do Cabo Sardão

Destaques e atracções do Trilho dos Pescadores

Se por vezes a paisagem do trilho parece a mesma, quando estamos a percorrer alguns dos seus troços, na maioria das vezes o percurso é interrompido por praias emblemáticas ou aldeias e vilas que são uma atração e convidam a parar.

O Trilho dos Pescadores é constituído por 13 etapas, cada uma delas ligadas por essas povoações. Algumas são mais conhecidas e, por si só, já atraem bastante turismo em Portugal, como é o caso de Porto Covo, Vila Nova de Milfontes, ou a Zambujeira do Mar, na região alentejana; ou Odeceixe, Sagres e Lagos, já na parte algarvia. Isto apenas para mencionar algumas. Existem também outras mais pequenas e pitorescas que valem a pena explorar, como Aljezur ou Carrapateira.

Por outro lado, e porque estamos a percorrer trilhos à beira-mar, as praias também são outra constante. Umas são mais procuradas, especialmente para a prática de surf, como a Praia da Arrifana, a Praia do Amado ou Praia da Cordoama. Outras porque são uma verdadeira descoberta, como a Praia da Amália.

Mas o trilho esconde ainda outros encantos, como antigos portos de pescas, muitos ainda no ativo, como é o caso do porto de pesca da Entrada da Barca, ao chegar à Zambujeira do Mar. A isto juntam-se sítios arqueológicos, como o Ribat da Atalaia, perto da Arrifana, e alguns dos mais emblemáticos faróis da costa portuguesa, como o Farol do Cabo Sardão e o Farol do Cabo de São Vicente.

Antigo porto de pesca

Melhor altura para percorrer o Trilho dos Pescadores

A melhor época para visitar o Fishermen’s Trail é durante a primavera e o outono, quando as temperaturas são mais amenas e a paisagem está repleta de cores vibrantes.

Durante o verão, as praias ao longo do caminho podem ficar lotadas, tornando a experiência menos tranquila. Por outro lado, o inverno pode trazer chuvas intensas e ventos fortes, o que pode dificultar a caminhada.

Portanto, os meses de abril a junho e setembro a outubro são ideais para desfrutar do Trilho dos Pescadores.

Equipamento essencial e preparação para a caminhada no Trilho dos Pescadores

Equipamento essencial para fazer o Trilho dos Pescadores

Antes de embarcar na sua aventura pelo Trilho dos Pescadores é essencial estar bem preparado e ter o equipamento adequado.

Algumas das coisas essenciais que deve levar incluem calçado adequado para caminhadas – especialmente em terreno arenoso -, roupas leves e confortáveis, protetor solar, chapéu, repelente de insetos e água suficiente.

Além disso, é importante estar ciente das condições climáticas nos dias que for fazer o trilho e ter consigo um mapa ou guia confiável para se orientar ao longo do caminho.

É sempre recomendável informar alguém sobre a sua rota e horário estimado de chegada, especialmente se estiver fazendo a caminhada sozinho.

Como navegar o Trilho dos Pescadores

Navegar pelo Trilho dos Pescadores é relativamente fácil, pois o percurso está bem sinalizado. As marcações consistem em setas vermelhas e azuis, que indicam a direção correta a seguir.

Além disso, existem placas informativas ao longo do percurso que fornecem informações sobre a fauna, flora e pontos de interesse da região.

No entanto, volto a referir, nunca é demais ter um mapa ou guia para ajudar na navegação e garantir que está na rota correta.

Percorrer o Trilho dos Pescadores

Onde ficar ao longo do Trilho dos Pescadores

Existem várias opções de alojamentos ao longo do Trilho dos Pescadores, adequadas para todos os orçamentos e preferências. Desde parques de campismo a alojamentos de luxo e casas de campo.

Porém, é sempre recomendável fazer reservas com antecedência, especialmente durante os meses mais movimentados, para garantir uma estadia confortável ao longo do trilho.

Aqui ficam algumas opções:

Porto Covo
Vila Nova de Milfontes
Zambujeira do Mar
Arrifana
Sagres
Lagos

Cozinha local e opções de refeições na área

A região do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina é conhecida pela sua deliciosa gastronomia, especialmente no que toca a marisco e pratos tradicionais à base de peixe.

Ao longo do Trilho dos Pescadores vai encontrará uma variedade de restaurantes que oferecem boas experiências gastronómicas. De pequenos restaurantes familiares a estabelecimentos maiores, há opções para todos os gostos e orçamentos.

Experimente pratos locais, como caldeirada de peixe, cataplana de marisco e percebes frescos.

Aqui ficam também alguns dos meus restaurantes de eleição:

  • Porto das Barcas (Vila Nova de Milfontes)
  • Paparoca (Vila Nova de Milfontes)
  • Tasca do Celso (Vila Nova de Milfontes)
  • O Sacas (Zambujeira do Mar)
  • Pizzeria Piccolino (Zambujeira do Mar)
  • Tasca do Careca (Vila do Bispo)
  • Carlos (Sagres)

Uma experiência para sempre recordar

Etapa do Trilho dos Pescadores perto de Odeceixe

O Trilho dos Pescadores é uma oportunidade única de explorar as maravilhas do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Ao longo deste trilho terá a oportunidade de desfrutar de vistas deslumbrantes, praias incríveis e encantadoras vilas portuguesas.

A rica biodiversidade da região e a história fascinante do Trilho dos Pescadores tornam esta experiência verdadeiramente especial.

Quer opte por fazer o trilho de uma só vez ou por etapas, prepare-se para se maravilhar com a beleza natural desta região.

Trilho dos Pescadores, Portugal
Mergulhe na beleza paisagística e cultural do Trilho dos Pescadores, em Postugal! Explore as maravilhas costeiras e planeie a sua próxima aventura à beira-mar. #TrilhoDosPescadores #ExploraçãoCosteira #DicasDeViagem
Gostou do post? Faça PIN e guarde para mais tarde.

VAI VIAJAR?

Prepare as suas viagens com os parceiros do Marlene On The Move!

  • ✅ Faça o seguro de viagem Heymondo e tenha 5% de desconto.
  • 🏨 Use o Booking.com ou o Hostelworld para escolher a sua estadia favorita ao melhor valor.
  • 🚙 Alugue o carro na Rentalcars ou no Discover Cars e obtenha o melhor negócio.
  • ✈️ Encontre os voos mais baratos no Skyscanner, não importa o destino.
  • 🚉 Compre os seus bilhetes de transporte com a Omnio e evite as filas.
  • 📲 Compre o eSIM com a Airalo e esteja sempre conectado no seu destino.
  • 🎟️ Explore qualquer destino com os melhores tours da GetYourGuide.

Ao utilizar estes links ou outros colocados neste artigo para fazer as suas reservas, não vai pagar mais por isso e para mim faz toda a diferença! É com estas parcerias que consigo manter o blog, por isso, a sua ajuda é preciosa! Obrigada desde já!

Marlene On The Move

Marlene Marques

Marlene é a criadora do Marlene On The Move. Jornalista de profissão, criou o blog para partilhar as suas aventuras pelo Mundo. Não é raro partir à descoberta de novos países e culturas com a prancha de surf como bagagem.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!